Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

matriz2006

matriz2006

22
Fev08

Índia

 

 

 

ÍNDIA

 

 

 

 

Caldo de tantos poemas

que nos mares escrevi

invoquei amor supremo

no altar da descoberta

mas não foi nesse Oriente

do Ganges tão venerado

e de Mahatma Gandhi

que descansou meu navio

procurei nos Oceanos

horizontes virtuais

dos teus cabelos de seda

sonhei lábios de rubi

mais a pele de cetim    

e foi no outro distante

das praias Ocidentais

que fui alfim descobrir

a minha mulher-menina

cabelos negros de seda

meu amor Guarani

 

 

Joaquim Evónio
enviado por Aires Plácido