Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

matriz2006

matriz2006

14
Jun12

..

Eu sou o livro onde me lês,  onde minha alma nua não crês, e no entanto eu gosto tanto


de quando as folhas vais  passando mesmo sem ver, o livro onde escrevo tudo que a alma me dita quando o  corpo grita e tu não vês.


Eu sou tudo isso, um misto de  ternura de feitiço branco preto mestiço, eu sou tudo isso o livro que não  lês.


Eu sou o beijo na mistura do  desejo e onde sinto teu olhar pousar e ai me desnudar de cobiça e desejo, apenas  isso o feitiço do livro que não lês!


São Percheiro

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.