Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

matriz2006

matriz2006

29
Mai10

........

A rosa cresceu no jardim,
No local mais negro,
rente à fonte seca

Rosa branca!
Rosa que ninguém viu!

Semente que das patas
da abelha, ali, caiu
Solitária, vicejou,
na terra amarga,
como uma pomba
de várias asas

Rosa branca!
Rosa que ninguém viu!

Triste é o seu baile.
O seu canto. A sua dança.
E agora, despe-se
Esconde de todos
a dor infinita
de ser branca
e vai morrendo
aos poucos, devagar
Tão devagar
que nem a morte perceberá.


Esta Rosa até nasceu
E onde estavam todos?
Onde estavam?
Sem ser vil
É apenas uma rosa branca
que ninguém viu.

Bjos

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.