Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

matriz2006

matriz2006

22
Mar10

,,,

Viajando no barco encarcerado presa nas classes do passado,

ao vento da tempestade vendida uma alma ao diabo ...

Pobre diabo que tudo paga, que tudo carrega nas costas onde navega,

neste inferno onde os ventos são lamentos de solidão!

Na encruzilhada da vida perdida viajo nos meus sonhos vagos,

viajando e vou deixando que o tempo passe, e neste impasse

engulo as lágrimas deslizam soltas que, sem perguntas

Sem disfarces, viajando apenas!

 

São Percheiro

Dia da Poesia 21 de Março de 2010

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.