Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

matriz2006

matriz2006

30
Nov07

Soneto para 2 Poetas

 

Dueto para dois poetas

Efigênia Coutinho
Fernando Reis Costa


Voando também na suave brisa
Com asas iguais aos poetas cantores
Leva sonhos para ele e para a poetisa
Buscando na mesma fonte
A água fresca e cristalina
As nossas poesias...
Suas, minhas, dela,
Cantando, e celebrando a vida
Em linhas paralelas,
No mesmo rio, na mesma ponte!

Sonhos, ilusões, beleza...
De um céu bordado de estrelas
No pano de fundo marinho
De um céu que nos faz entendê-las,
Que desabafo versando,
Cantando e comunicando
Deslumbrada por tal formosura
Por ouvir os poetas dizerem
“Vale a pena quando
A alma não é pequena.”

Ouço de lá longe seus mágicos cantos
Que chegam com o murmurar do vento
Para a voz dos meus pensamentos
Amantes do jogo das palavras
Do verso livre, e das palavras bonitas
Que enfeito com vestidos de chita
Com lindas cores da pintura linda
Que de além mar vêm me deslumbrando
Escrevendo, e versejando palavras infindas
Que os poetas dizem que estão cantando!


Susana Petraglia Kovalczuk
Curitiba, 2 de outubro de 2006