nomeblog
,
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Eis os Sem Abrigo

Por sugestão do Tiago Guimarães, aqui fica uma chamada de atenção para reflectirmos.

Chegaremos de certeza à conclusão, de que afinal o Natal não é para todos. Vamos cada um de nós, não mudar o mundo, pois o mundo é assim mesmo, mas tentar, dentro do nosso possível, minorar um pouco esta situação. Sabem, às vezes um sorriso, um bom dia, é muito importante para quem está só, na rua... Podemos começar por aí.

INDIFERENÇA, SOLIDÃO E ABANDONO. EIS OS SEM-ABRIGO!

DESCULPA-ME, SEM-ABRIGO!

Passei por ti na rua e nem sequer te vi.

 

Não me dei conta de que ali estavas deitado no chão. Não baixei os olhos. Nem, tão pouco, abrandei o passo.

 

Mais à frente nem reparei naquela mulher sem casa que, sentada num ressalto de pedra, comia a sua refeição do dia.

 

 Por pouco também, não tropecei naquela outra mulher que se deixara dormir no chão em cima de uma grelha de ventilação do Metro.

Tão pouco reparei naquele velho que procurava o seu sustento num caixote do lixo. 

Nem no teu outro companheiro de infortúnio que, mais à frente, descansava no chão sobre um simples cartão.

Depois de ter demonstrado tanta indiferença, apenas por distracção, certamente, talvez só por ir apressadamente em mais uma das muitas correrias do meu dia-a-dia, quando tomei consciência do que fiz, lembrei-me das palavras da Associação de Solidariedade Sem Abrigo:

Olhamos para eles e sentimo-nos incomodados.
Incomodados e impotentes.
Podemos aliviar a consciência com uma moeda.
Ou com comida.
Ficamos aliviados mas não curados.
Há qualquer coisa que continua a roer por dentro.

A culpa não é nossa.
Individualmente.
Se calhar nem deles.
Individualmente.

É bom que nos sintamos incomodados.
Será ainda melhor que façamos alguma coisa.
Alguma coisa significativa.
Alguma coisa que os alivie.
E também alguma coisa que evite o aparecimento de outros como eles
(eventualmente nós próprios).

 

E tomei consciência de que, sempre a correr, no meu dia-a-dia tão atarefado, afinal, deixo por fazer, porventura, aquilo que é o mais importante. E como posso ser assim tão indiferente? 

 

Cópia integral de um post no site http://sol.sapo.pt/blogs/oidotsuc/archive/2007/05/03/SEM_2D00_ABRIGO_2100_.aspx

 

 

 

 

publicado por Marisa às 18:47

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De fernpeixoto@hotmail.com a 15 de Novembro de 2007 às 17:54
PARA FAZER UM COMENTÁRIO A TODO ESTE TRABALHO QUE TÃO MARAVILHOSO ELE É SÓ
PODERIA SER COM UM POEMA E ESCOLHI ESTE ESCRITO EM 25/12/2002.

SE EU PUDESSE

SE EU PUDESSE...INVENTAVA ESCREVIOA POEMAS
COM FRASES CHEIAS DE LUZ E DE COR
DESPERTAVA NOS CORAÇÕES A ALEGRIA E O AMOR
CONSOLAVA O MUNDO DAS SUAS MÁGUAS E PENAS

SE EU PUDESSE RESOLVIA TODOS OS PROBLEMAS
SEM TER DE PASSAR POR GRANDE DOUTOR
CICRATIZAVA AS CHAGAS DE JESUS O SALVADOR
COROAVA-O DE BRANCAS ROSAS E LINDAS AÇUCENAS

SE EU PUDESSE VIAJAVA NOS CÉUS SIDÉRIOS
DESCOBRIA TESOUROS SEGREDOS E MISTÉRIOS
IA MAIS ALEM ESCLARECIA MINHA IGNORÂNCIA

MAS POR MUITO QUE INVENTE E ESCREVA
NOITE E DIA BATALHO ENTRE A luze a treva
ai como do meu querer ao meu poder
longínqua é a distância

fernando peixoto, 2002
De João santos a 28 de Novembro de 2007 às 21:59
esse poema e lindo. Eu por mero acaso vim parar a este site porque tou a fazer um trabalho sobre os sem abrigo e agora apercebi me da minha desatenção perante este caso so agora entendi a verdadeira dificuldade e se eu podesse fazia muita coisa mas na realidade so tenho 13 anos e tou muito limitado porque não passo de uma pequena e incompreendida criança como sempre fui, e a minha mãe sempre me disse para não dar dinheiro a pobres porque eles usavam-no para as drogas, e eu pensava para mim quem é que os ajuda a largar o vicio eles não têm família até que perguntei a minha mãe porque e que ninguém ajuda-os, e ao passar por eles desviam o olhar? e a minha mãe fez um silencio profundo e ai um silencio colosse na minha boca e fiquei a pensar como seria se todos ajudassem estas pessoas que podem vir a ser vocês por favor se nos juntarmos conseguimos acabar com a pobreza no mundo.

se me quiserem contactar esta aqui o meu mail :morslyd@hotmail.com

sejam sensíveis a este caso
obrigado...
feliz natal

Ass:João Santos
de:Rio de Mouro
28/11/2007

Comentar post

,

pesquisar

 
,

Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

arquivos

Novembro 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Janeiro 2001

recentes

Pão por Deus

-----

------

---

-

----

--------

1 de Abril

---

---

links

blogs SAPO

subscrever feeds