Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

matriz2006

matriz2006

17
Ago06

Almoço Convívio

Pois é amigos, somos bons mesmo e não temos de ser modestos neste aspecto. Não é qualquer um que junta quase 300 pessoas ( se calhar, até passaram das 300), e faz um almoço convívio com a qualidade que nós o fizemos. E quando falo de qualidade, falo da qualidade da comida, da simpatia e do  bem servir que caracteriza a nossa Associação há já muitos anos, e que últimamente nos festivais do Rancho tem sido enriquecida com a participação dos seus elementos que em conjunto com os directores e esposas trabalham para que tudo saia sempre melhor. E não só trabalham, como em conjunto também, preparam todas as sobremesas que são servidas. E como foram elogiadas a nossa sopa, a nossa comida e as nossas sobremesas. Podemos estar felizes, pois deu muito trabalho, e eu que o diga, mas o resultado superou as expectativas.

E para não esquecermos, aqui vai ficar um pouco do nosso almoço convívio.

 

Nós somos bons, mas não somos máquinas, e até aproveitamos estas festas para conviver e conversar. E vocês que estiveram presentes, sabem que isto é verdade. Começou na quinta feira, à noite, juntamo-nos para como nós dizemos, "montar o esqueleto". E depois do esqueleto montado, isto é as mesas colocadas no seu devido lugar, marcou-se para sábado, ao fim da tarde o seguimento do trabalho. E aí, então, enquanto uns colocavam as cadeiras, outros ornamentavam o salão, outros punham pratos, talheres, copos, guardanapos, enfim punham a mesa pronta para ser utilizada no dia seguinte ao almoço, outros (outras) descascavam toda a série de legumes que não vou especificar, porque a receita é só nossa, para se fazer a sopa no dia seguinte. E alguns colocavam as bebidas nas arcas, para bem servir os nossos convidados com bebidas fresquinhas num dia que se previa de intenso calor. E no fim, aproveitamos todos para tranquilamente, nos sentarmos descansados (???) e conversar, apreciando o trabalho feito.

Domingo de manhã, bem cedinho, lá estava a equipa bem distribuida, uns lá fora, ocupados com tudo que dizia respeito à Missa e outros cá dentro. Os que estavam na cozinha, punham a sopa a cozinhar , as saladas e as entradas todas prontinhas e os do salão, distribuíam o pão, os salgadinhos e toda uma variedade de entradas pelas mesas, e as sobremesas foram chegando, enchendo a mesa e os olhos gulosos de quem por ali passava.

E à hora, todos estávamos prontos para assistir à Missa.

E depois da Missa, de que já falei atrás, foi aquela invasão. Invasão é palavra muito forte, pois todos se portaram lindamente e devo dizer, todos os elementos dos outros ranchos, ofereceram a sua ajuda, mas na nossa casa quem trabalha somos nós e a nossa equipa é muito bem organizada, pelo que tudo correu muito bem.

Como se pode ver, todos tiveram o seu lugar.

A nossa mesa de honra e a mesa do nosso Rancho

E todos foram servidos e como é já habitual os elogios não faltaram. Só a sobremesa foi self - service. Os bolos e a fruta cada um escolheu.

E após o almoço, o Sr. Zacarias, nosso amigo poveiro, presente em quase todas as actuações que o Rancho faz por esse País fora, foi chamado ao palco, pois a nossa Associação tinha umas ofertas para ele. Umas ti-shirts do S. Pedro e da Matriz, um porta chaves, os nossos galhardetes da Associação e do Rancho, enfim, nada que pague todo o esforço que o Sr. Zacarias faz, acompanhando o nosso Rancho. Mas como sabemos que o faz com muito bairrismo, quisemos apenas mostrar o nosso agrado.

E tenho de registrar que o Sr. Zacarias ofereceu várias fotos. A mim, que agradeço, a vários elementos do rancho, ao Presidente Neca Milhazes e à A.C.R.Matriz. Para ele, mais uma vez o nosso obrigado.

Dando seguimento ao programa estabelecido, procederam-se a breves discursos, em que falou o Mário, o Fernando Pereira, O Presidente Neca Milhazes e o Vice Presidente da Junta de Freguesia da Póvoa de Varzim, Sr. Tomás Pontes, a quem agradecemos a presença sempre simpática e bem disposta.

Prosseguimos depois com a oferta de algumas lembranças.

As ofertas foram entregues a todos os Ranchos presentes.

Após isto, todos os elementos dos Ranchos foram trajar, para se realizar a saída, em autocarro até à frente do Casino da Póvoa.