Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

matriz2006

matriz2006

24
Jun07

S. João

S. João

Diz-se que nasceu a 24 de Junho o primo que anunciou Jesus, conhecido como São João Baptista. O último profeta do Velho Testamento tinha como missão preparar Israel para a vinda do Messias, tendo, ele próprio, baptizado Jesus Cristo. Considerado Santo ainda antes de nascer, uma vez que foi anunciado ao pai, Zacarias, por um mensageiro celeste, João nasceu numa família “justa perante Deus”, como rezam as escrituras. Foi criado no Deserto, onde viveu até indicar Jesus como sendo o “cordeiro de Deus”. Começou por baptizar os crentes num rito de penitência e purificação, em tudo diferente do que até então tinha sido feito, e por isso chamam-lhe Baptista. Morreu vítima de Herodes, que o mandou degolar a pedido da sua bela enteada.

São João é festejado com pratos especiais: carneiro ou cabrito do norte, caldeiradas de peixe no litoral, uns bolos chamados “capelas de São João”
no Alentejo, bonecos com o formato do Santo no Algarve. As festas e os bailes duram toda a noite, com vinho a rodos e alimentos em quantidades desmedidas. “No São João, pinga a sardinha no pão”, diz o ditado. É o dia em que ninguém olha a despesas para a refeição mais lauta do ano.

Protector dos casados e dos enfermos, São João também é casamenteiro e, pela sua vida retirada, é ainda patrono dos monges. A comemoração do seu nascimento é das mais ricas do calendário litúrgico, sendo o santo mais festejado no Brasil, onde se dá o nome de “festas juninas” à celebração dos três santos. A dedicação popular a São João é que nem sempre foi do agrado da Igreja, visto ser demasiado alegre para um santo que viveu tão afastado das coisas do mundo.