Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

matriz2006

matriz2006

24
Jun07

Medos

 

MEDO!!!

Nao quero me deitar, com medo de não acordar!!!

E com isto passo a escrever o que vai no meu pensar...

A vida pasa a correr e eu sem tempo para viver.

No meu corpo um relogio pronto a despertar!!!

Será para viver, ou para me matar???

 DEUS dá-me a força para continuar a lutar.

Há tanto ainda que quero fazer!!!

Por isso tenho medo de desfalecer.

Viver o que não vivi, amar o que não amei.

A vida passa e eu nunca de mim falei!!!

Hoje é dia de tudo dizer.

Consegui muito mas não sei o que é viver.

Sou mãe, sou mulher e esposa!!!

 Me sinto esquecida por esta vida espantosa.

Há tanto para dizer e tanto para viver.

Mas falta a coragem de tudo esclarecer!!!

Dias após dias vão passando, e meu coração sempre chorando.

Há quem se contente com a minha maneira de estar.

 E eu cá fico sem nada disto desfrutar.

Serei normal por este meu pensar?

Que preciso eu, para melhor a vida desfrutar?

Talvez segurança de um verdadeiro amar?

Peço demais?...

Aquém não é capaz de me dar!!!

Até quando terei a força de tudo isto aguentar?...

 Alzira Macedo, Junho 2005, Laúndos-Póvoa de Varzim em "Longe da vista, nunca do coração"



1 comentário

Comentar post