nomeblog
,
Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006

Natal - O Verso & o Reverso

 

 

  
      NATAL – O Verso & O Reverso
 


...Causa-me certa impressão
Falar-se tanto em Natal,
Como um dia especial,
Em que se trocam lembranças,
Se fazem grandes festanças,
Nas famílias abastadas,
Quando há tantas crianças
E famílias desgraçadas!
 
Porquê só uma vez no ano
Se celebra essa dia?
 
...Tanto se esbanja e consome!
Quando se esquece, afinal,
As criancinhas com fome
(e tantas há neste mundo!)
Tantos velhos e doentes
Que não podem ter Natal!
Os sem-abrigo nas ruas
Num sofrimento profundo
Passando a noite ao relento
Tantos que não têm nada
Só o frio, a chuva, o vento
E a cama numa calçada!
 
...E tanto pão que se estraga!
Basta ver os contentores
Do lixo, no outro dia,
Bolos e pão com bolores
Brinquedos caros, flores...
Quanta fome saciava!
Papel de enfeitar, às cores,
Que só dá p’ra agasalhar
Esses pobres, sem amor,
Sem família, sem NATAL!
Numa vida marginal!...
 
...E tantos com mesa farta!
Na rua da hipocrisia
No chalé da falsidade
Nos palácios, na cidade!...
Mas outros, sem alegria,
Sem família, sem ter nada...
Nada têm nesse dia:
Só as pedras da calçada!
 


...Mas o homem não percebe!
Que o outro homem merecia
Ser como Deus o concebe
Tratando igual por igual!
 
...E o homem da hipocrisia,
Apenas vê um Natal
Quando o Natal bem devia
Ser Natal em qualquer dia!
Qualquer dia ser Natal!... 

                                                
Fernando Reis Costa   
publicado por Marisa às 18:34

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


,

pesquisar

 

Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

arquivos

Novembro 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Janeiro 2001

recentes

Pão por Deus

-----

------

---

-

----

--------

1 de Abril

---

---

links

blogs SAPO

subscrever feeds