Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

matriz2006

matriz2006

28
Out06

Hora de Inverno

 

Às duas horas da madrugada de domingo, os relógios devem ser atrasados 60 minutos, entrando em vigor a chamada hora de Inverno.

"Detesto" as mudanças de hora. Sejam elas, para dormir mais uma hora, ou para perder uma hora do meu precioso sono.

Daí, eu publicar o comentário seguinte, que hoje li e com o qual concordo inteiramente.

MUDAR A HORA PARA QUÊ?

"Sou naturalmente alérgico à mudança de hora. Se fosse eu a decidir, acabava com isso. Já há bastantes anos que tenho lido muitos estudos e opiniões sobre a «hora de Verão», «hora de Inverno», «DST - Daylight Saving Time»,... e, para ser sincero, os argumentos de poupança de energia ainda não me convenceram e considero bem mais relevantes os factores que têm em conta o bem estar das pessoas, quer individualmente, quer na sua vida social e profissional."

Paulo Moura, in Persuacção

 

Portugal continental

Decreto-Lei nº. 17/96, de 8 de Março

Artigo 1º.
1
- A hora legal de Portugal continental coincide com o tempo universal coordenado (UTC) no período compreendido entre a 1 hora UTC do último domingo de Outubro e a 1 hora UTC do último domingo de Março seguinte (hora de Inverno).

2 - A hora legal coincide com o tempo universal coordenado aumentado de sessenta minutos no período compreendido entre a 1 hora UTC do último domingo de Março e a 1 hora UTC do último domingo de Outubro (hora de Verão).

Artigo 2º.
As mudanças de hora efectuar-se-ão adiantando os relógios de sessenta minutos à 1 hora UTC do último domingo de Março e atrasando-os de sessenta minutos à 1 hora UTC do último domingo de Outubro seguinte.

 

Quadro de Salvador Dali (cópia encontrada algures na net)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.